Comunidades

O Movimento Zap do Bem selecionará Comunidades vulneráveis em todo o país para a concessão dos seus benefícios, e buscará trabalhar sempre em contato e colaboração com líderes comunitários, de modo a distribuir os recursos para quem mais precisa e possibilitar a correta divulgação dos objetivos da iniciativa e como utilizá-la.

A primeira Comunidade selecionada para o programa é Vergel do Lago, em Maceió – AL, que conta com a liderança comunitária do Movimento Manda Ver.

A segunda ação será nas comunidades de Engenheiro Purgatório, Vila Vintém, Singapura, Favela do Plástico e Apipucos, todas em Pernambuco.

Recife - PE

Vergel do Lago - Maceió, AL

Os moradores de Vergel do Lago são assistidos pelo Instituto MandaVer. O presidente da entidade, Carlos Jorge, lamenta a situação que está sendo enfrentada pela parte menos favorecida da população: “É um verdadeiro cenário de guerra, porque além da pandemia, eles estão sendo afetados também pela questão socioeconômica. A maioria dos moradores depende da pesca do sururu”.

Pelas redes sociais, Carlos relatou com mais detalhe as condições das famílias que da comunidade: “O desespero tem tomado conta das favelas do Vergel. A palavra fome é mais ouvida do que prevenção e coronavírus, mesmo todos sabendo da importância de estar em quarentena. Mas viver em quarentena dentro de um barraco com cinco a oito pessoas, sem banheiro, sem água encanada e falta de tudo, é impossível. “Precisamos de mais de duas mil cestas básicas por família por mês para termos condições de vencer a fome. Nunca passei por nada parecido com isso”, desabafou o líder do instituto.