Comunidades

O Movimento Zap do Bem selecionará Comunidades vulneráveis em todo o país para a concessão dos seus benefícios, e buscará trabalhar sempre em contato e colaboração com líderes comunitários, de modo a distribuir os recursos para quem mais precisa e possibilitar a correta divulgação dos objetivos da iniciativa e como utilizá-la.

Salvador - BA

O Zap do Bem se uniu à CAAS e à TV Bahia para fortalecer o laço de caridade, transmitir ainda mais alegria e fazer a diferença em Salvador-BA!

A ONG Central de Apoio dos Amigos Solidários (CAAS) foi fundada em 2008 com o objetivo de desenvolver projetos sociais nas comunidades carentes da cidade de Salvador e recebeu o Zap do Bem de braços abertos para contribuir com quem mais precisa, neste momento de grande necessidade.

As regiões que estão sendo cadastradas para o Zap do Bem são: Santa Luzia, Lobato, Alto do Cabrito, Boa Vista do Lobato, São João do Cabrito, São Bartolomeu, Plataforma, Alto da Terezinha, Rio Sena, Praia Grande, Periperi, Colinas de Periperi, Alto de Coutos, Paripe, Base Naval, Ilha Amarela e Escada.

Recife - PE

Vergel do Lago - Maceió, AL

Os moradores de Vergel do Lago são assistidos pelo Instituto Manda Ver. O presidente da entidade, Carlos Jorge, lamenta a situação que está sendo enfrentada pela parte menos favorecida da população: “É um verdadeiro cenário de guerra, porque além da pandemia, eles estão sendo afetados também pela questão socioeconômica. A maioria dos moradores depende da pesca do sururu”.

Pelas redes sociais, Carlos relatou com mais detalhe as condições das famílias que da comunidade: “O desespero tem tomado conta das favelas do Vergel. A palavra fome é mais ouvida do que prevenção e coronavírus, mesmo todos sabendo da importância de estar em quarentena. Mas viver em quarentena dentro de um barraco com cinco a oito pessoas, sem banheiro, sem água encanada e falta de tudo, é impossível. Precisamos de mais de duas mil cestas básicas por família por mês para termos condições de vencer a fome. Nunca passei por nada parecido com isso”, desabafou o líder do instituto.